Monterey, 17-mile drive e Carmel

O post de hoje é sobre estes três lugares fantásticos que estiveram em nosso caminho na roadtrip pela Califórnia, Highway-1, a estrada considerada uma das melhores viagens de carro do mundo pela National Geographic (e por qualquer um que já tenha pisado por lá rs).

Monterey:  A cidade gira em torno de três grandes atrações/pontos turísticos: Monterey Bay Aquarium, a Cannery Row, e o Fisherman’s Wharf.  Como nossa passagem por ali era rápida (ainda iríamos jantar em Carmel), fizemos somente um passeio pelo Fisherman’s Wharf, mas pelo que pesquisamos, vale muito a pena investir tempo (e dinheiro) para ir aos outros lugares. Isso porque o Aquário de lá é um dos maiores e mais famosos do mundo, e o Cannery é parte importante da história da cidade, já que remete aos anos dourados em que fábricas de latinhas de sardinhas eram uma atividade lucrativa. Eles até “brincam”, dizendo que ao se perguntarem onde, afinal de contas, as sardinhas tinham ido, a resposta era: “elas foram todas parar em latas”. De qualquer forma o local é hoje um importante ponto turístico com lojas interessantes e bons restaurantes.

Monterrey California
Chegando ao pier

O Fisherman’s Wharf também não fica para trás no quesito parada imperdível. Meio bucólica e com aquela vista, vale o stop by e quem sabe até um jantar num dos agradáveis restaurantes do pier:

viagem-california-roadtrip-2

viagem-california-roadtrip-3
Pier de Monterrey
Vista da baia
Vista da baia

 

 

17-mile drive: Não importa se você vai dormir em Carmel, Monterey, ou qualquer uma das cidadezinhas próximas. Não deixe de ir à Pebble Beach, pela 17-mile drive. Não se assuste com a quilometragem, a rodovia realmente tem 17 milhas, mas é porque ela serve de estrada para circular num enorme condomínio fechado, o Pebble Beach Resort. Você não precisa percorrer tudo, basta escolher os principais pontos que quer visitar e seguir o mapa. A entrada no condomínio é na saída da Highway-1 pela direita, logo após a passagem por Monterey (indo em frente chega-se à Carmel). Paga-se U$ 9,75 pelo carro para circular por ali, e apesar de alguns recomendarem o início da estrada que faz o trajeto de 17 milhas, identifique logo no mapa qual parada você quer fazer. Tudo é muito grande lá dentro e as vias menores não estão listadas no mapa, por isso é fácil se perder.

Outro detalhe legal é que essa estrada conecta Monterey e Carmel, ou seja, ao terminar o passeio dentro do condomínio, caso esteja vindo de Monterey, você pode seguir por dentro até a portaria da cidade de Carmel-by-the-sea, ou vice-versa, conforme consta nas legendas abaixo (as casinhas são os entry gates):

Mapa 17-mile-drive

 

Tente se manter no percurso principal para acessar os principais pontos. Pelo nosso pouco tempo, já que seguiríamos para Carmel pro café-da-manhã e depois pra continuar a roatrip, fomos direto ao The Lone Cypress. E ele é … incrível!!! Fazia tempo nublado e estava bem friozinho, mas o lugar é muito lindo. É um marco do local, e está lá por mais 250 anos (!), apesar das tempestades e fortes ventanias do Pacífico.

viagem-california-roadtrip-5

viagem-california-roadtrip-6

viagem-california-roadtrip-7

viagem-california-roadtrip-8

viagem-california-roadtrip-9

Pra finalizar, Carmel-by-the-sea: incrivelmente bela, essa cidade é dotada de uma simplicidade singular, e, entretanto, tive a impressão de que dava para encontrar de tudo ali, algo improvável para uma cidadezinha com poucos mais de 5 mil habitantes. As lojas confirmam isso. Onde quer que você vá, existem muitas opções daquilo que se está vendendo, de artigos artesanais a mobiliário e lojas de roupas. Pra completar a gastronomia é impecável e as opções, variadas e pra todos os gostos. O serviço também é bom, e a praia, apesar de fria, é bem frequentada por pessoas e animais. Até golfinhos avistamos por lá! 🙂

Golfinhos na praia de Carmel

 

Os cachorros também fazem a festa. É uma das poucas praias que os aceita sem coleira ainda por cima:

Cachorros em Carmel

 

 E com todas as boas opções, dependendo do horário os restaurantes ficam cheios rápidos (além de fecharem cedo, como é comum nos EUA). Por isso, acabamos encontrando um pequeno restaurante chinês, o Tommy’s Wok, que fica meio escondidinho, numa galeria não exatamente à vista na Ocean Ave, avenida principal da cidade. Mesmo assim, a boa fama gastronômica da cidade não nos deixou na mão. Pedimos um frango ao curry e um mongolian ginger beef DIVINOS.

Comida asiática em Carmel

viagem-california-roadtrip-14

 

 

No café da manhã, no outro dia, optamos por um brunch no delicioso e lindo Cafe Carmel:

Carmel by the Sea VT 3

viagem-california-roadtrip-16
Cafeteria em Carmel

viagem-california-roadtrip-17

cafeteria-em-carmel-2

cafeteria-em-carmel-3

cafeteria-em-carmel-4

cafeteria-em-carmel

 

 

 

 

 

 

Enfim, Carmel is lovely e só agrega mais valor à linda viagem pela estrada Highway-1. Tem mais um post que fiz sobre a cidade aqui. E se você quiser ficar ainda mais por dentro desse lugar surpreendente, baixe o Guide To Carmel.

Quanto à Monterey, você pode baixar um app com info sobre o combo shop, dine and eat em Cannery Row. De quebra ainda tem um mapa e info sobre hotéis nas proximidades.

Até a próxima! 🙂

0 thoughts on “Monterey, 17-mile drive e Carmel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *